Mais do que os privilégios da natureza, do clima e da localização, as ilhas maltesas oferecem centenas de locais para mergulho seja para observar a vida subaquática ou para explorar naufrágios. E para mergulhadores de todos os níveis

 

Foto: Turismo de Malta

 

Com águas cristalinas e um clima tão fantasticamente favorável – são 3 mil horas de sol por ano! -e uma variedade surpreendente de locais subaquáticos, é fácil entender por que Malta é frequentemente eleita um dos melhores destinos de mergulho do mundo. São mais de 120 locais de mergulho com profundidades que variam de 5 a 60 metros, com opções acessíveis a praticantes desse esporte de todos os níveis.

 

Além da rica fauna marinha, o fundo do mar de Malta está repleto de destroços de barcos, aviões e estátuas, cada um proporcionando uma visão do seu vasto e vívido passado. Nunca há dois mergulhos iguais seja explorando recifes e cavernas.

 

Há mergulhos facilmente acessíveis a partir de terra firme e outros feitos em barco, com diferentes níveis de dificuldade.  Malta tem algo para cada tipo de mergulhador.

 

Algumas sugestões estão aqui:

 

Foto: Turismo de Malta

 

Marfa Point

 

Este mergulho na costa começa numa lagoa rasa, que leva a um recife e geralmente termina no sopé de um pequeno arco na parede do recife cuja profundidade cai para cerca de 18 metros.

 

HMS Maori - St. Elmo Bay Valletta

 

Abundância de vida marinha e cardumes abundantes tem destaque neste naufrágio da Segunda Guerra Mundial muito popular em Malta e o mais raso da ilha e a adequado para todos os mergulhadores, inclusive os novatos. Maori  era  um contratorpedeiro britânico que afundou em fevereiro de 1942 em Valletta devido a ataque aéreo alemão. Fica em St.Elmo Bay , 16 metros abaixo do nível do mar e tem 115 metros de comprimento.

 

Ghasri Valley

 

O Vale Għasri é um desfiladeiro marinho na ilha maltesa de Gozo que continua em terra em direção à aldeia de Għasri e  local de mergulho também conhecido como Blue Dome ou Cathedral Cave. Ideal para mergulhadores de todos os níveis, começa numa praia de cascalho, onde a água é rasa, e depois chega a 30 metros  de profundidade. A caverna encontrada aqui fica a apenas 5 metros abaixo da superfície e passando por uma abóbada pode-se emergir e respirar facilmente.  

 

Foto VisitMalta

 

Dwejra Point

 

Dwejra é um dos locais de mergulho mais espetaculares de Malta, local certo para mergulhadores que procuram vida marinha abundante. Com águas profundas que chegam aos 60 metros e muitas cavernas e arcos. O mais dramático deles é o túnel de 35 metros de comprimento que se abre do Mar Interior para o mar aberto, onde o fundo desce repentinamente.

 

Alex Cave

 

Situada no extremo norte da pequena ilha de Comino, com excelente visibilidade, fundo marinho de areia branca, águas calmas e azuis e abundância de vida marinha, nas águas límpidas da Lagoa Azul, os mergulhadores descem ao longo de um recife  repleto de vida marinha, até chegarem à entrada da gruta.

Crystal Lagoon

 

Situada na ilha de Comino, a Crystal Lagoon é uma das lagoas mais bonitas e abrigadas que as ilhas maltesas têm para oferecer. Com águas cristalinas, uma variedade espetacular de vida marinha e uma incrível rede de túneis subaquáticos, tem alta popularidade como destino de mergulho.

 

Merkanti Reef

 

Este recife fica perto da Baía de St. Julian e, embora seja recomendado como um mergulho de barco, nadadores mais fortes podem alcançá-lo facilmente por terra.

 

Os muitos cantos e recantos da área abrigam uma variedade de peixes e outros assuntos fotográficos interessantes. 

 

Foto: Visit Malta

 

Carolita Barge

 

A chamada Barcaça Carolita pode ser alcançada a partir da Ilha Manoel, no porto de Marsamxett. Para chegar aos destroços, resultado dos danos causados por torpedo na popa do navio será necessário nadar para sudoeste a uma profundidade entre 10-15 metros.

 

Lantern Point

 

Na ponta de Comino, esta joia de mergulho não deve ser desperdiçada por qualquer mergulhador que queira testar os limites da sua zona de conforto. Facilmente acessível por barco e com uma visibilidade espetacular, o Lantern Point oferece a oportunidade de descer a uma profundidade de 40 metros. Os mergulhos estão disponíveis através de uma variedade de centros de mergulho certificados localizados em Malta e Gozo.

 

Barco Patrulha P31

 

O Barco Patrulha P31, antigo barco-patrulha da Esquadra Marítima das Forças Armadas de Malta em Comino é um dos poucos naufrágios certificados para todos os níveis de mergulhadores. Situado na costa oeste de Comino, com 52 metros de comprimento, é  um dos locais de mergulho mais populares com sua proa de apenas 7 metros de profundidade.

 

Cavernas de Santa Marija

 

Este é um segundo local de mergulho ideal para quem fez a viagem de barco até Comino e deseja um local raso e interessante. As cavernas são muito bonitas e para fotografias subaquáticas com polvos, moreias, garoupas e inúmeros peixes pequenos fazendo deste um mergulho bonito e relaxante.

 

Elephant Rock

 

Elephant Rock, também conhecido como Túnel de Santa Marija, é o local perfeito para todos os tipos de mergulhadores, oferecendo aos exploradores uma experiência única de mergulho através de um túnel de 30 metros. O fundo do mar de Elephant Rock é repleto de ervas marinhas e algas calcificadas, o que faz com que o fundo pareça coberto de pétalas de rosa vermelhas. As paredes do túnel brilham com esponjas vermelhas e amarelas.

 

Foto: VisitMalta

 

Lantern Point West

 

Situado na ponta sudoeste da Ilha de Comino, este é um dos locais de mergulho mais populares das Ilhas Maltesas com uma vida marinha esplêndida, águas cristalinas, cavernas subaquáticas e muito mais. Facilmente acessível pela balsa de Comino, é adequado para iniciantes sob supervisão e oferece descidas a profundidades de até 30 metros, excelente visibilidade e oportunidades perfeitas para fotografia subaquática.

 

Local dos destroços do Spitfire

 

Descoberto somente em 2021, um Supermarine Spitfire Mark Vc encontra-se no fundo do mar ao largo da costa de Qala, Gozo. Mergulhar para ver esta aeronave tão importante para os britânicos durante a Segunda Guerra Mundial  é uma possibilidade para mergulhadores experientes já que está a 72 metros de profundidade.  Essa aeronave, do 308º Esquadrão de Caças do 31º Grupo e 12ª Força Aérea, havia desaparecido em 30 de junho de 1943, depois de partir da Tunísia, a caminho de Pantelleria e Gozo.

https://underwatermalta.org/discover/spitfire/

 

SS Polynesian

 

Situado três quilômetros a leste de Marsaskala, o SS Polynesian é um transatlântico de construção francesa que foi torpedeado pelo submarino alemão SM UC-22, em agosto de 1918. O navio tem 152 metros de comprimento e 15 metros de largura, encontra-se a uma profundidade entre 45 e 65 metros.

 

Parque Arqueológico Subaquático de Xlendi

 

Em 1993, uma pesquisa submarina revelou uma densa dispersão de ânforas localizadas em profundidades que variavam entre 108 e 112 metros. Em 2007, foi registada a extensão desta jazida arqueológica espalhada por uma área de 67.000 m². Neste fundo marítimo arenoso encontram-se principalmente ânforas, mas também inclui urnas, tigelas e outros objetos de cerâmica. A quantidade de material sugere pelo menos um naufrágio, datável do século III a.C.

https://heritagemalta.mt/departments/underwater-cultural-heritage-unit/

 

Informações de mergulho em Malta podem ser encontradas nos sites www.visitmalta.com e http://pdsa.org.mt/

 

Foto: VisitMalta

 

Pin It